Quando o silêncio grita no coração

Criança chorando nos angustia, nos comove e nos estressa.
Mas quando uma criança não consegue mais chorar, seja por choque, desmaio ou morte, ali o mundo congela estarrecido.

Vento não sopra, flor não perfuma, chão não sustenta, água não corre.

Só o coração bate, e sua batida dói fundo.

Essa foto de um menininho ferido em Aleppo, na Síria, nos lembra a do outro menininho morto à beira mar. Escrevi um poema para este menininho, aqui.

As crianças aguçam nosso sentido de proteção. Quando elas são atingidas, é o nosso fracasso como humanas sendo mais perversamente comprovado.

Por uma questão geopolítica não foi minha filha.

Por uma oportunidade de fuga não tida ou perdida foi uma outra inocente.

Por causa da proibição de viagens áereas, para quem requer asilo e está com passaporte inválido, milhares de vidas se arriscam ao mar, e centenas de vezes só seus corpos alcançam a terra firme.

Pela crudelíssima participação de governos e melícias direta e indiretamente nessas guerras, mais vítimas são lançadas na vala dos excrementos da sociedade.

Abram as fronteiras!

Restringir formas de se buscar refúgio é ser responsável também pelo silenciamento dessas crianças.

 

Danielli Cavalcanti

Foto: Dimitry Ratuschny

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s