Todo dia…café.

Há quem cultive leveza de pensamento

Há quem só produza julgamento

 

Há quem profira palavras como calento

Há quem as inocule como veneno

 

Há quem pise devagar no terreno

Por não saber como está a outra pessoa por dentro

 

Há quem queira tapar tudo com cimento

Por não conseguir ver o orvalho no sereno

 

Há quem não consiga deixar uma situação melhor

Há quem nem imagine o quanto a torna pior

 

Há quem pare para sentir o aroma no vento

Há quem não perceba tal momento

 

Há quem escute passarinho até em foto

Há quem só aposte no que é remoto

 

Tanta correira e um dia tudo fica mais lento

Algo ontem grande, amanhã torna-se pequeno

 

Hoje, café.

 

 

Danielli Cavalcanti

Foto: by Nick Hillier on Unsplash

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s