Livros publicados

Flor de Linz – Prosa ambientada em um Café fictício, em Linz, na Áustria, retratando o viver sob o manto e entre a cerca da migração. A publicação é bilíngue, português e alemão, e foi, primeiramente, publicado em 2016. Uma declaração de amor e admiração às migrantes que simbolizam luta, resistência e perseverança, e que formam laços solidários por onde passam.

Prefácio e resenha em português

Resenha em alemão

 

Quando eu outono, tu privameras é um livro de poesias diaspóricas, que escrevi durante os dois primeiros anos, 2016 a 2018, morando na Dinamarca.

É sobre o viver em uma sociedade de migração.
É sobre a silenciosa linguagem que nos acaricia e machuca.
É sobre o desafio de nos sentirmos em casa, apesar do empenho de algumas pessoas em nos dificultar isso.
É sobre integração, que nos enfeitiça, nos transforma e nos rechaça.
É sobre superação.
É sobre esse vento migratório, que poliniza, polimiza, politiza, poetiza… e não tem muro que o retenha.

 

Sopa de Sapo – Livro infantil – Ele aborda o bilinguismo (Sapo Sapeka fala sapolês e Borboleta, borboletês), as amizades, a alimentação saudável e o impacto do preconceito nas relações interpessoais e bichanas. As ilustrações sao de Vitória Paes. O trabalho gráfico é de Iêda Alcantara.
A história é dividida em 6 capítulos: o sabor da procura, o sabor da acusação, o sabor da decepção, o sabor da escuta, o sabor da surpresa, o sabor da fome e o sabor das cores.
Além da receita de sopa de sapo verde e a de sapo amarelo.
Há também o poema da amiga do Sapeka, a Borboleta, ”Voando pelo mundo”.
Há ainda o texto ”Na dúvida, pergunte!” respondendo, finalmente, se há ou não sapo na sopa de sapo.
Um vídeo resenha do Diário de Aurora poderá ser visto aqui.

Anúncios